A inovação na mediação de imóveis – que hoje ajuda a vender?

A inovação na mediação de imóveis – que hoje ajuda a vender?O mundo está mudando… constantemente chegam novas soluções e tecnologias. Como em qualquer indústria, assim à procura de uma propriedade para a inovação e seguir o chamado espírito do tempo permite-nos estar à altura da tarefa, entre os mais jovens e os mais exigentes clientes.

Quando eu comecei a minha aventura com os imóveis comuns foram anúncios de imprensa, em que um valor especial foi dado conteúdo e da forma. Muito rapidamente, o complemento de aço anúncio em portais de internet. Quando surgiram as câmeras digitais, essas papel está preso no passado. Hoje nós não podemos mais imaginar a oferta sem fotos, considerando-se que a melhor câmera pode ser por telefone, do que aquele que já foi o corretor.

Os drones, home staging, e facebook – novas ferramentas de trabalho do mediador

Como alguém disse, certa vez, descrição da oferta é de poucas palavras, e a fotografia é mais do que um nome e um filme é uma série de fotos. Estamos na era da apresentação de propostas muito profissional e uma maneira divertida com o uso de película, técnico de home stagingu e sessão de fotos profissional. Não mais que de 8 a 10 anos atrás isso seria para intermediários inimaginável. Como profissionais e pessoas que conhecem o imóvel, não pode ficar indiferente às mudanças que nos cercam. Isto é, os proprietários de imóveis de nossos clientes, o que eles esperam de nós novas ideias.

Os drones, home staging, e facebook – novas ferramentas de trabalho do mediador

Sugere-se à mente o conhecido ditado , quem não desenvolve o recolhe”. Isso se aplica a todos os setores, cada setor da economia, e, portanto, também de intermediários, o que deve ser, antes de tudo, entende o que eles fazem, que gira muitas vezes, todos os bens de seu cliente. O contínuo desenvolvimento e a utilização de recursos oferecidos m.in. através das redes sociais, portais ou multimídia eles dão grandes vantagens em colaboração com o cliente, o que permite muito interessante de apresentar o imóvel.

É muito comum o argumento para a celebração de exclusividade – para dar a oferta de frescura ou apresentá-lo interessante, de forma inovadora. É também informações para um cliente em potencial a respeito de que o corretor é mais que um associado lado, que ele sabe muito bem a proposta, colocou nele a sua paixão, e ele cuida de novas soluções, não só para o vendedor.

O conhecimento é, essencialmente, muito importante e que nos permite mover-se livremente no mato formalidades legais nas áreas de interação com o cliente, dando-lhe segurança, e pegar nosso prestígio. Subestimado, infelizmente, continua a ser a actividade de comercialização de mediador, que é uma forma inovadora pode fazer a venda, em primeiro lugar, colocando a eficiência, a propósito, construindo o seu próprio PR.

Home stager, fotógrafo de imóveis, cronograma de – suporte a proxy

Hoje, no âmbito do próprio processo de mediação, surgem novas que complementam a sua profissão. Início стаггеры, fotógrafos interior ou designers gráficos suportam a actividade do mediador, dando-lhe mais oportunidades para melhor exibição sobre vendeu imóveis. Ótimo, que muitas empresas decidiram colaborar com os especialistas, apesar do fato de que o custo dos seus serviços tem crescido, mas também aumentou a qualidade do serviço e apresentação de imóveis.

Home stager, fotógrafo de imóveis, cronograma de – suporte a proxy

Não, cada um vendedor profissional de imóveis é um bom fotógrafo, e não cada um home стагер será um bom trader. A colaboração destas pessoas e usar suas habilidades para criar ofertas atraentes, garantem-nos um sucesso.

Em tão um mundo em mudança muito importante é o acompanhamento e o uso de tecnologias modernas e inovadoras soluções à procura de uma propriedade, para enfatizar a sua eficiência e competitividade. Mencionado home staging, um vídeo com беспилотника, profissionais sessão de fotos, redes sociais, ações em rede, ou, finalmente, o uso de uma ampla uma oferta de marketing portais da internet é apenas um esboço de possibilidades que possuímos no item mãos.

Desenvolvendo as asas do espírito de inovação, seguindo os mais jovens gerações, criando uma imagem moderna mediador abastecido em conhecimento e novas tecnologias.

Poloneses inovações que podem mudar o mundo

Poloneses inovações que podem mudar o mundoPoloneses inovações que podem mudar o mundo. Os dados, modificam eloquentemente inovação polonês. De acordo preparado pela Comissão europeia indicador Summary Innovation Index (SII) para o ano 2014, o valor médio do índice de SII para a UE foi de 0,55, e para o Polonês 0,31. Assim, estamos à frente apenas a Roménia, a Bulgária, a Letónia e a Lituânia, todos os outros países à frente de nós. Incluindo aqueles sobre teoricamente muito menos Polonês potencial, como a Eslovênia Estônia.

O número de patentes registrados o instituto Europeu de Patentes para o ano 2014, por milhão de habitantes do país: Polónia 12 patentes, Alemanha 317. Pode-se dizer, não é algo que se compara com a Alemanha. Mas quando somarmos a isso, que a Estónia tem dessas patentes, 31, e a república Checa 16, já é possível notar que algo de errado. Afinal, é o país com menor potencial de nós – ocupam menor território, têm muito menos da população, e ainda estavam do outro lado da cortina de ferro, a Estónia ainda era parte da união SOVIÉTICA.

A partir dos dados acima, pode concluir – bem, sim, os Polacos não são progressivos, não têm outra coisa para além de produzir uma boa alimentação. A única questão é se, realmente, com base nessa estatística tudo já está claro. No entanto, vale a pena dar uma olhada em específico. Especialmente nos últimos anos.

Os polacos contra-ataque

Estamos acostumados ao fato de que grandes mundiais de inovação ocorrem em todos os lugares, não apenas na Polônia. Bem, vejamos uma pequena lista:

Os polacos contra-ataque

Sobre o polonês grafenie diz, em voz alta, já não inferior a dois anos, por isso muitos cobriu este tema por seus ouvidos. Em geral, o grafeno é um tipo específico de carbono, é uma reminiscência de sua forma de favos de mel, e que tem uma série de excelentes propriedades. Trata-se, em particular, de alta resistência deste material, excelente condutividade através dele, de calor e de eletricidade.

Com este último a propriedade de estudos de cientistas da Universidade da Califórnia. Eles provaram que o carregamento de um smartphone equipado com uma bateria de grafeno leva apenas 5 segundos! No contexto de utilização do grafeno diz também, em particular, sobre a construção de processadores, telas de celulares, superkondensatorów para carros, lasers… já esses poucos exemplos mostra que o potencial deste material.

E embora o grafeno foi detectado em 2010, André Геймом e Constantino Новоселовым a partir da universidade de Manchester, é um monte de dinheiro para uso industrial deste material podem ir para os poloneses. E tudo porque o negócio ganha aquele que será capaz de oferecer, como mais barato e, simultaneamente, um bom qualitativamente o grafeno para a produção industrial. Um grupo de cientistas do Instituto de ciência dos Materiais лодзинского da Universidade técnica sob a supervisão do professor Pedro Globo desenvolveu o método apropriado para a produção de grafeno, e a partir de abril de 2016, ele está sujeito a proteção de patentes na Ue e nos EUA. Vale a pena neste lugar de dar voz ao professor Pedro:

“Hoje, o world falta de sucesso de grafeno sugere que o grafeno sobre as propriedades não no mercado. Nossa mais perto de grafeno, que concedeu o Prêmio Nobel”, afirmou RAR проф. Pedro Balão. “O nosso método é diferente de todos os que são conhecidos na ciência e na tecnologia da guerra. Nós produzimos o grafeno na liquid metal, o que dá a ele a chance de ser quase perfeito”.

A guerra sobre quem será o maior beneficiário da aplicação industrial de grafeno continua, mas os Polacos têm até aqui uma posição forte, e uma série de chances. A possibilidade de aplicação de grafeno constantemente estão sendo exploradas em pesquisas de parque tecnológico Зеленогорского da universidade, onde, a este respeito colaboram Зеленогорский a universidade e a empresa Advanced Graphene Products, fabricante de grafeno, patenteado pela equipe do professor Pedro Kula.

Carros elétricos

Carros, alimentados a corrente, não são uma invenção dos Pólos, no entanto, ainda são muito pouco popular. No entanto, pode-se prever, que devido a questões ambientais, como a possibilidade de produção de electricidade a partir de fontes diferentes, é os carros do futuro.

Carros elétricos

E essa é uma chance que querem usar também os Polacos a concorrência no mercado “convencional” de carros, perdemos, mas tudo indica que podemos “jogar na rodada de segunda”.

Em maio de 2016 durante as atividades de Moto-Show em Cracóvia, foi apresentado Hydrocar, polonês um carro esporte com um sistema de propulsão híbrida, electro-trabalho movido a hidrogênio. É muito importante que ele foi criado, funcionários e alunos de Mineração e Metalurgia da Academia, e também Militar-Técnico da Academia.

O que também é importante, os criadores do carro não escondem o fato de que não é um problema de produzir tais automóvel produzido em série, e, aparentemente, a este respeito, os desenvolvedores Hydrocara já temos um monte de sugestões. Esperamos que, se esta produção acontece, mantém-se nas mãos de empresas polacas – assim relatam e os criadores deste carro.

Como no caso do grafeno, esta situação representa nem mais, nem menos, que, no final, na Polônia, começam a aparecer importantes de inovação tecnológica, iniciada pelos centros de investigação.

É sabido que a produção de veículos eléctricos interessa Ursus – empresa polonesa conhecida, acima de tudo, com lançamento de tratores, seja em uma grande crescente onda. Basta dizer que, em 2013, a margem bruta da sociedade das vendas totalizaram cerca de 14,6 milhões de rublos, e já em 2015 – quase 69 milhões! O presidente Ursus tem planos ambiciosos – ele quer que a recuperação do polonês indústria automobilística, e com este objectivo, pretendo primeiro produzir ônibus elétricos, e, por sua vez, carros. Ônibus elétrico Ursus já existe – é Ursus Ekovolt que foi verificado já Lublin e Rzeszów. Vale ressaltar que, em relação aos ônibus elétricos, o seu produto, com pouco tempo, há outra empresa polonesa de Solaris.

Nós sempre dizemos que algo “inovador” tecnologias. Ou seja, quais?

Nós sempre dizemos que algo "inovador" tecnologias. Ou seja, quais?Nós sempre dizemos que algo “inovador” tecnologias. Ou seja, quais? Como vai a recuperação de algo-é sim, se converte. Pode também alimentar-se, mas continua a ser um monte de diferentes peças…

Inovação que nós associamos com a propaganda da L’Oreal, ou com algo muito positivo. Tais positivo reforço serve ou uatrakcyjnieniu mídia na área de marketing, bem como a seleção, e deste, e este ponto de vista, o autor tem em mente que isso não é normal, uma solução interessante, e tais, que muda as regras do jogo. Ontem, aliás, na conferência F8, o Facebook muitas vezes usou o conceito de “inovação” e a sua posição, eu vou te proteger, porque é a empresa mostrou ontem que essa inovação realmente é.

Inovação na teoria – que a esse respeito diz o dicionário?

Inovação “a implementação de algo novo; é coisa recentemente introduzido”

Aliás, essa definição podemos concluir que aqueles que formam a obtuso, pelo menos, smart-gadgets são inovadores em plena glória. Afinal, eles estão na definição acima, oferecem algo novo, não é necessariamente útil para ser usado, mas, no entanto.

Inovação na teoria – que a esse respeito diz o dicionário?

Para determinar se um deles não está escrito, não admitem exceções. Mas quantos dicionários e… … pessoas, tantos significados da inovação. Em última análise, é a inovação que nós associamos com algo bom, desejável, облагораживающим de seu criador.

Inovação na prática-o que diz … a vida?

Sim, este parágrafo será um pouco sobre a vida, porque ele escreve, talvez a melhor definição. Uma inovação no mercado de tecnologia, pode ser chamado de primeiro-ministro para iPod, no momento que loucos todos aqueles que esperavam uma, simples e atraente forma de tira o conteúdo de música.

Inovação na prática-o que diz ... a vida?

Tivemos que esperar algum tempo para que o falecido já, infelizmente, Steve Jobs decidiu transformar o mercado da tecnologia móvel, e de apresentar o iPhone, que hoje, depois de sétima geração, sobre muito desejável um pedaço de hardware. Tolo smartphone, estúpido эмпет, estúpido pedaço do pcb, envolto em algum tipo de material + software. E tudo isso é chamado de inovação. O que aconteceu?

Para mim, a inovação é a definição de uma nova direção em resposta a tendências contemporâneas. Ontem conseguiu rede facebook, assim como é possível que a Apple e a Microsoft

A Microsoft nomeou uma vez a direção do mercado de sistemas operacionais e até hoje recolhe frutas – embora a problemas de falta-lhe. A Apple decidiu avançar com telefone e leitor de música re – acabou e que a Apple, atualmente, é indiscutível que um gigante no mercado tecnológico. Facebook gigante foi, e é, agora, está para editar todos os” – como alguém corretamente notei nos comentários abaixo, o texto sobre a conferência de ontem. Mas esse é o ponto. A posse de maior influência, baseado na expansão da capacidade de seus serviços e aplicativos, é uma forma simples de obter ainda mais poder de influência no mercado. Só precisa saber a direção em que o golpe.

Facebook enquanto a base atuais tendências (т. е. o florescimento de um vídeo na Internet) propôs novas formas de sua entrada na rede social. Live API é a resposta para o que esperam os consumidores – ainda mais fácil a precipitação de vídeo ao vivo a partir de cada possível do dispositivo. Em seguida, temos o retorno à idéia de VR e AR. Em seguida, bots, que, apesar das reclamações de alguns de Vocês (o que eu entendo perfeitamente – dúvida-ele é, afinal, muito provavelmente, vai se tornar um hit, como queria, Facebook e gerações posteriores não serão capazes de imaginar outra forma de interação com as empresas. E, de fato, procurou – fazer a interação com os serviços e dispositivos, ainda mais natural. É possível? É possível. Vindo.

Inovadores vêm e vão. É normal

A Apple já não é o principal inovador no mercado – a posição desta empresa é motivado, provavelmente, um marketing, uma aura de “amazingu” e… inegavelmente bons dispositivos. Facebook, mas não só responde às necessidades do mercado, mas também propôs algo novo. O plano de 10 anos de idade Facebook desenha muito legal, considerando-o como de costume o evento de ontem. O que aconteceu ontem, dá o direito a alguém para chamar de Facebook inovador? Sim, claro, – porque é em tecnologias de negócio. Não só atender, mas e impor padrões.